você está em: Inicial | Canal Agro | Conheça um pouco a história dos Fertilizantes

outubro 2020 Conteúdo Técnico

Conheça um pouco a história dos Fertilizantes

Você conhece um pouco da história dos fertilizantes?

Essa é uma história importantíssima para o crescimento da capacidade produtiva e consequentemente, abastecimento das famílias.

A história dos fertilizantes e a necessidade de abastecimento

O grande crescimento da população nas cidades, fez com que o setor agropecuário precisasse buscar soluções para abastecer as famílias.

Ao longo dos anos, foram usadas várias técnicas e manejos diferenciados para aumentar a produção.

No entanto, os fertilizantes foram de fato os principais responsáveis pelo aumento da produção agrícola.

Tão importantes que, até o período atual são utilizados para potencializar os resultados das safras.

Sendo utilizados para garantir o abastecimento de diversas famílias no país e também, para garantir a exportação dos produtos nacionais.

O uso de fertilizantes é muito mais antigo que a maioria das pessoas possa imaginar. Que tal conhecer um pouco dessa história?

Primeiros fertilizantes 

Desde o período neolítico os homens já usavam fertilizantes que estavam à disposição. Na época, cinzas e estercos de animais eram usados como nutrientes para as plantas.

Por volta de 8 mil a.C., na região da China já existia o uso de adubo produzido com resíduo vegetal ou animal, húmus dos rios e esterco humano.

Na Civilização Romana foram utilizadas diferentes formas de fertilizantes orgânicos para melhorar a produção.

Mas na Idade Média é que a fertilização começou a ser tratada como um negócio.

O surgimento do NPK

O famoso e muito utilizado NPK surgiu em 1814, período no qual a prática da adubação com esterco de animal havia se espalhado pela Europa.

Por isso mesmo, o esterco estava escasso. Quando Justus von Liebig, atualmente considerado o pai da agricultura moderna relatou que a nutrição vegetal era realizada graças aos elementos minerais do solo.

Em seus estudos, ele percebeu a relação entre os elementos minerais e o crescimento das plantas cultivadas naquele solo.

A partir de sua análise, foi percebido que bastava adicionar os compostos químicos para as plantas crescerem. E por isso mesmo, começou a existir a troca do esterco pelos compostos químicos.

Em 1842 nascia o NPK e a era dos fertilizantes químicos. A fórmula que atualmente é conhecida no mundo todo, levou diversas vantagens para a agricultura.

Graças ao NPK, foi possível produzir alimentos em larga escala. Em 1843 surgiu na Inglaterra a primeira fábrica de fertilizantes da história.

Fertilizantes Nitrogenados

Apesar de 1843 ser um ano marcante, foi o surgimento dos adubos nitrogenados que deu um grande avanço ao mundo dos fertilizantes.

A partir dos adubos nitrogenados, foi possível preservar milhões de hectares de florestas.

Graças a capacidade produtiva trazida pelos adubos nitrogenados, não foi necessário desmatar essas regiões para produzir.

E mesmo assim, havia capacidade produtiva suficiente para abastecer as cidades e garantir a preservação do meio ambiente.

Fertilizante Foliar

Com o passar dos anos tornou-se comum o uso de fertilizantes foliares.

A aplicação de nutrientes via foliar é um método de suprir nutrientes mais rapidamente que os métodos envolvendo absorção radicular.

Na adubação foliar, os nutrientes são absorvidos pelas folhas por diversas estruturas, como ectodesmatas e estômatos.

O fornecimento de minerais como Cálcio, Cobre, Zinco, Manganês dentre outros, via compostos quelatizados é um processo extremamente eficiente pela sua estrutura química poder passar pela membrana plasmática por um processo denominado de difusão facilitada, ou seja, a planta absorve o metal juntamente ao quelato, sem precisar ionizar (gastar energia para quebrar a molécula, como no caso dos sais). 

Fertilizantes foliares podem fornecer compostos primordiais ao desenvolvimento vegetal

Além de macro e micronutrientes prontamente disponíveis, os fertilizantes foliares podem fornecer compostos que atuam diretamente tanto no crescimento da planta como na resistência a fatores climáticos e patogênicos.

Por exemplo, a presença de extrato de algas em fertilizantes que você encontra na Biosul Fertilizantes, fornece compostos como manitol, sorbitol e betaínas.

Estes compostos são denominados osmólitos protetores, acumulando nas células em situações de estresses abióticos, principalmente em déficit hídrico.

Outros compostos fornecidos via extrato de algas são fito-hormônios de crescimento, como auxinas, envolvidas no desenvolvimento radicular, alongamento celular dentre outras funções.

Além de citocininas, as quais atuam no estímulo da brotação da parte aérea, divisão e diferenciação celular …

E giberelinas, importantes para o processo de floração, alogamento dos entre-nós, germinação de sementes dentre outros importantes processos. 

Brasil: um dos maiores consumidores de fertilizantes

Atualmente, o Brasil é uma das principais potências do mundo em produção de alimentos. O que acarreta em um grande consumo de fertilizantes para manter a qualidade de nosso solo.

Mesmo assim, o país ainda apresenta um grande potencial de crescimento. E os fertilizantes são parte da equação para atingir tais resultados.

O uso de bons fertilizantes, garantem solo fértil e propício para as plantações nacionais. Sendo positivo para o crescimento do abastecimento das cidades e exportação.

Com o grande potencial do país para a agricultura, é natural que o setor de fertilizantes continue tendo alta procura por parte dos agricultores brasileiros.

Contribuindo para que o país seja cada vez mais produtivo e mantendo seu solo saudável.

Leia também

novembro 2020 Micronutrientes

Os micronutrientes apesar de serem absorvidos em menores quantidades, são indispensáveis para o metabolismo vegetal. Sem eles, ...

novembro 2020 Efeitos fisiológicos do estresse hídrico no metabolismo vegetal

A seca é um estresse abiótico que vem se tornando comum em diversas regiões do Brasil e do mundo. Dependendo da severidade, pode ...

Atuado no segmento de nutrição vegetal, biotecnologia e mineração, a BIOSUL Fertilizantes possui o portfolio mais completo do mercado.

Seus investimentos em desenvolvimento, tecnologia e matérias-primas com alto grau de pureza, possibilitam oferecer ao agricultor as melhores soluções para o melhor desempenho e equilíbrio nutricional das plantas.

(54) 3231-7600
biosul@biosul.com

Rua Os Independentes Grupo de Barretos SP, 875, B. Parque dos Rodeios, 95201-248 - Vacaria/RS

Biosul © 2019 Todos os direitos reservados.desenvolvimento: Six interfaces